segunda-feira, 2 de outubro de 2017

GPTB-CESJB recebe novos Irmãos


Em reunião reservada realizada no dia 30 de setembro o Gran Priorato Templário do Brasil – Cavalaria Espiritual São João Batista recebeu a visita e adesão dos +Fr. Kléber Tavares e Pedro Gomes (SP) e Renato Cruz (RJ) que passam a integrar o quadro do GPTB-CESJB e também do Fr.+ Fernando Bacellar que está com transferência prevista para o GPTB-CESJB.

Todos os Irmãos estão comprometidos em criar Comendadorias em suas cidades a exemplo das diversas Comendadorias existentes em diversos estados do Brasil e já vinculadas ao GPTB-CESJB.
Além da reunião Capitular, os novos Irmãos conheceram também toda a estrutura do

Complexo Templário Jacques De Molay composto do Templo São João Batista (sede onde se realizam as reuniões reservadas da Ordem), a Sala de Vela de Armas Grão-Mestre Don Fernando de Souza Fontes (onde os postulantes são recebidos pela primeira vez) e a Ermida de Santa Maria Madalena (onde são realizadas as cerimônias públicas).
Em reunião com membros do Conselho da Ordem, os novos Fraters receberam instruções sobre a importância da criação de Comendadorias e de suas independências administrativas afim de 

criarem suas próprias bases conforme existem na Europa e conforme orientação do Grão-Mestre e do Gran Prior Internacional.
O Gran Prior do GPTB-CESJB lembrou que ser Templário é ser servo e que sem entender isso dificilmente se consegue conhecer os “mistérios do reino de Deus”, lembrou também que “não é o hábito que faz o monge”, mas suas atitudes, sua dignidade e honra.
Coube ao Senescal Fr.++ Renato Milhiolo dar as boas-vindas aos novos membros: “Aqui, somos uma família. Uma base espiritual da Ordem. Daí nossa Casa ter sido aprovada pelos nossos Irmãos Maiores com o título e a função de Cavalaria Espiritual, haja vista, que nenhum Soldado consegue ser justo e leal se antes não se tornar um bom monge, se não tiver um bom coração, se não desejar nascer de novo, se não servir ao Cristo e à Ordem, sem esperar nada em troca.


Grão-Mestre Don Fernando
de Souza Fontes 
O caminho da Iniciação é o do calvário, visto ser preciso travar uma luta constante do velho homem, com o novo homem. Acabar com os vícios do velho homem e construir o novo homem, nos moldes apresentados pelo Cristo, através do Evangelista João, àquele que recostava sua cabeça no coração do Mestre e ouvia seus sentimentos mais profundos e que em seus escritos deixou o caminho a seguir para se tornar filho de Deus. Portanto, é preciso talhar o novo homem com o amor do Cristo e com Sua fidelidade ao Pai.

Gran Prior Internacional Fr.+++ V. Iacopo
Gran Priorato Internacional Jacques De Molay
Aqui se trabalha para isso e esperamos que vós venhais a fortalecer esta corrente de luz, para que esta luz chegue aos quatro cantos de nossa Pátria, quiçá do mundo, haja vista, que as Ramas as quais pertencemos - GPIT-SMOTH e OSMTH-Porto estão presentes em mais de 90 países do mundo.
De hoje em diante sois membros do Gran Priorato Templário do Brasil – Cavalaria Espiritual São João Batista.

Sejam bem-vindos e que a paz do Cristo esteja hoje e sempre em vossos corações guiando-os para que toda a honra e toda a glória de vossos trabalhos sejam para engrandecer o nome do Senhor”.

domingo, 6 de agosto de 2017

Cerimônia da lavagem das Mãos emociona Peregrinos da Luz



Realizada ao final da peregrinação coletiva do Caminho da Luz, o Caminho do Brasil, antes dos Peregrinos da Luz subirem a Montanha Sagrada do Brasil, a Cerimônia da Lavagem das Mãos, foi instituída no ano de 2015, por inspiração de Albino Neves, Gran Prior da Ordem dos Cavaleiros Templários do Brasil – Cavalaria Espiritual São João Batista e presidente da ABRALUZ – Associação Brasileira dos Amigos do Caminho da Luz.


A Cerimônia é realizada após a Celebração Eucarística que acontece na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, em Alto Caparaó, quando diversos Cavaleiros e Damas do Templo lavam as mãos das dezenas de peregrinos, em frente ao Átrio, simbolizando deixar para traz tudo aquilo que não desejam carregar de volta para suas casas. 


Ao subirem a Montanha Sagrada do Brasil, no dia seguinte, inicia-se uma nova peregrinação, desta feita do novo homem, restaurado psicofisicamente pela peregrinação de quase 200 quilômetros e pela Cerimônia.


A Cerimônia emociona a todos e também aos membros da Comunidade local que aproveitam o momento para também “dispensarem” o que não desejam continuar consigo.


O Caminho da Luz, o Caminho do Brasil é o único caminho de peregrinação fora da Europa e do Oriente Médio, onde a Ordem do Templo se faz presente ao seu largo.


A Ordem Templária nasceu no ano de 1.118, em Jerusalém, para proteger os peregrinos da Terra Santa e, apesar do rei francês Felipe, o Belo, no século XIV ter tentado destruí-la para ficar com os seus bens, com o apoio do Papa Clemente V, a Ordem permanece viva e no século XXI vem se mostrando à humanidade anunciando que um novo tempo que está chegando.


Maiores detalhes sobre a Ordem no Brasil podem ser encontrados no site oficial da Ordem www.granprioratotemplario.com.br


A caminhada coletiva do Caminho da Luz, o Caminho do Brasil acontece na cidade de Tombos, início da rota de peregrinação, sempre no terceiro domingo de julho, data de aniversário do Caminho da Luz, tombado como Patrimônio Cultural do Estado de Minas Gerais pela Lei nº 18.086/2009.


Um Templário é um Soldado de Cristo e como tal deve agir e este ano estiveram participando da Cerimônia da Lavagem das Mãos os Cavaleiros Templários Adaniel Barbosa e Wanderson Braz e a Dama Templária Rosemary Almeida.



Saiba mais sobre o Caminho da Luz, o Caminho do Brasil visitando o site www.caminhodaluz.org.br



segunda-feira, 26 de junho de 2017

Templários de várias Ramas se reúnem no Complexo Templário Jacques De Molay



Durante a semana de comemoração à São João Batista, Patrono da Ordem e do Gran Priorato Templário do Brasil, Cavalaria Espiritual São João Batista –GPTB-CESJB aconteceram reuniões e comemorações dos dias 22 a 24 de junho, no Complexo Templário Jacques De Molay, na Rua dos Cavaleiros Templários, em Carangola, Minas Gerais que reuniram Cavaleiros e Damas Templários dos Estados de Minas Gerais, Curitiba, São Paulo, Rio Grande do Sul e Espírito Santo.


As comemorações foram marcadas pela Iniciação de seis novos membros, pertencentes à Comendadoria de Bambuí, vinculada ao GPTB-CESJB.


As presenças dos Comendadores Fr.+ Emerson Rossi, Fr.+ Luiz Heleno, Fr.+ Flávio Rochester e Fr.+ Kleber Tavares e do Diácono, Capelão Fr.+ Cairo Bizzinotto, da Sor.+ Nara Lima e do Conselho do GPTB-CESJB foram por demais importantes para o êxito dos trabalhos que resultaram na iniciação dos novos membros Fr.+ Dener Custódio de Toledo, Fr.+ Robson Custódio Leão, Fr.+ Vagner Ribeiro Soares, Fr.+ José Ozanam de Andrade, Fr.+ Renicléssio Teles Vargas e Fr.+ Fábio Rezende Tavares, da Comendadoria de Bambuí e Fr.+ Rosemberg Fajardo Rocha.


Também estiveram presentes às comemorações entre outros o Vice Gran Prior Adaniel Barbosa, o Gran Senescal Renato Milholo, a Gran Chanceler Cátia Santiago, a Guardiã da Virgem Rosemary Almeida, o Mestre de Armas Eutenciano Chaves, a Bibliotecária Ana Cláudia, o Conselheiro Wanderson Braz, os Pagiens Valdir e João.


Durante os trabalhos foi lido um texto enviado pelo Gran Prior internacional Fr. +++ V.M. Iacopo aos membros do GPTB-CESJB e convidados onde ele destacou a importância da regeneração do homem lembrando que “para que aconteça a regeneração é preciso
preparar a alma, erradicando paulatinamente às imperfeições e tentações. Manter um coração humilde, pureza de sentimentos e consciência espiritual, adquirir uma forma elevada de ver e agir, fazendo com que veja tudo com os olhos do espírito afim de executar o trabalho confiado por Deus”
destacou que “o Cristo é a água viva” e que “Ele trouxe a Palavra de Deus para sermos irmãos e nos transformarmos em filhos de Deus”.
O Gran Prior disse ainda que existe “uma família espiritual visível e invisível presente do corpo ou da mente que reza conosco afim de elevar a alma à
unidade do espírito. Há uma humanidade de irmãos que precisa da mensagem da Luz da Vida e precisamos chegar até eles” antes de finalizar sua mensagem V.M. Iacopo lembrou que trabalhar na Obra de Deus, “é buscar o conhecimento da verdade que nos liberta, e ajudar a espalhar a luz.
Cada pensamento espiritual tende a produzir ação espiritual. É preciso tomar consciência espiritual a partir da luz que habita dentro de nós, com a mensagem de Cristo, e acrescentarmos em nós esta luz, avivarmos esta chama, confiante de que o espírito de Luz e Verdade vai iluminando internamente nosso ser, na 
evolução gradual, na nossa transfiguração em corpo de luz. Cristo é a Palavra que nos chama para a vida da unidade, é o pão espiritual para além de qualquer substância é o alimento da eternidade”.

Além dos ritos que levaram à iniciação dos novos membros, foram feitas visitas à base da cachoeira de Tombos onde se
inicia a rota de peregrinação do Caminho da Luz, o Caminho do Brasil, à Capela de Nossa Senhora da Luz e a Gruta da Pedra Santa onde aconteceu um Ritual de Conexão à Terra, que emocionou a todos. Durante o ato foram feitas várias revelações. Após a Ritual foi servido um almoço na casa de
dona Neuza, em Catuné.

A iniciação pública dos novos membros realizou-se na manhã do dia 24 na Ermida Santa Maria Madalena que faz parte do Complexo Templário Jacques De Molay, onde aconteceu uma Celebração Eucarística dirigida pelo Diácono e Capelão Cairo Bizzinotto que contou com a presença de Templários e convidados.


Após a iniciação pública foi servido um almoço no Restaurante Jurandai’s no centro de Carangola onde foram entregues os brevês dos novos membros e os títulos dos novos oficiais e membros honorários do GPTB-CESJB.


Ainda no dia 24 aconteceu após uma reunião interna realizou-se o acendimento da fogueira de São João pelo Gran Prior e Legado Magistral Fr.+ Albino Neves, o Comendador Fr.+ Luiz Heleno, a Bibliotecária Sor.+ Ana Cláudia e o Pagien Valdir Lopes Chagas. Sendo o texto
sobre a vida de São João Batista lido pelo Comendador Fr.+ Kleber Tavares. Logo após aconteceu uma queima de fogos de artifícios em homenagem ao Padroeiro e para finalizar as comemorações foi servido a todos comidas e bebidas típicas na época em frente ao Complexo Templário Jacques De Molay.

Momentos da Iniciação Pública



















Momentos da entrega de brevês
















Momentos da Festa de São João